terça-feira, 2 de dezembro de 2008

Palavrório
Berlim

Que a língua alemã é muito escrota, isso até aqueles que nunca tiveram o menor contato com ela sabem. Uma das fontes de escrotice, indubitavelmente, é a longa tradição de substituição das palavras estrangeiras por vernáculas, pelo uso de decalques. Assim, só para ficar num exemplo manjado, Ausstellung e Fernsehen simplesmente correspondem a exposição e televisão. Já desdo início do meu aprendizado dessa língua do capeta (segundo o Prof. Gouveia do Cefet, em verdade, o diabo fala húngaro...) vacinei-me contra a Embromation e procurei durante muito tempo evitar as palavras que me soam por demais latinas ou internacionais. Mas aí qual foi minha surpresa ao descobrir que o alemão, ao lado dos bem típicos erzeugen, herstellen, entwerfen, tem o verbo kreiren!
É bem sabido que os falantes de línguas latinas ao se meterem com o inglês têm o mau hábito de usar um vocabulário muito culto, não porque dominem esse idioma, mas porque, na hora do desespero, lançam mão da palavra mais próxima que vem à mente e que, no mais das vezes, tem origem greco-latina. Por exemplo, logo na chegada me virei com a seguinte frase para minha anfitriã:
- Ich bin ein sehr frugaler Mann. -- ou seja, "Sou um homem muito frugal", adjetivo que não entupiria os ouvidos de nenhum brasileiro minimante educado. Mas para a Frau Mehl dizer frugal (conferi no dicionário) em vez de einfach deve soar tão incompreensível quanto alguém que dissesse incude no lugar de bigorna.
Hoje fomos aos estúdios da Deutsche Welle (quando se perdeu uma ótima oportunidade de descobrir este talento do jornalismo escroque que sou eu, sobretudo com minha prosódia apuradíssima) e depois uma breve passada no Tiergarten, que não é o Jardim Zoológico; para variar, as fotos ficaram um cocô.


Detalhe para o xexelento Porsche no primeiro plano.

Dada sua importância para a história mundial, o grande vulto que foi Bismarck não poderia deixar de ser lembrado no coração da capital alemã. Aqui vemos um monumento que comemora as suas muitas conquistas, como o Campeonato Brasileiro de 1989 e o Carioca invicto de 1992 e 1993 pelo magnífico Clube de Regatas Vasco da Gama.





E dá-lhe Siegessäule!



Um perfil, uma foto tremida, uma senhora costeleta.

10 comentários:

Alexandre disse...

Mto legal Alvaro.. estou sempre lendo esse seu blog.. até q está durando mais que imaginei!!

Realmente vc está lidando mto bem com ele! e a semelhança dos estúdios da DW com os da tv cefet??? rsrss

Alexandre disse...

PS.: Só a NHK e a tv de portugal q esqueci o nome conseguem ser mais chatas q a DW!

Thiago Reder disse...

Eu protesto contra a maledicência dita contra a Nippon Hoosoo Kyookai, vulgo NHK.

Os Japoneses, tal qual os alemães, não precisam de TV com altos gráficos 3D pra entreter a massa ignara quieta em suas comunidades.

E Álvaro, cadê a menção que você deixou currículo na portaria da DW?

Flávia disse...

Álvaro, to amando teu blog. Mostrei pro meu irmão teu primeiro dia e ele riu pra caralho.

Cara, tenho que te contar. Fiquei com 7,5 no projeto e 10,0 na prova de mestrado da UERJ! Uhuuuuuuuuuu!!

Beijos, seu desnaturado! Depois volto a te perturbar por aqui!

ps: a tv portuguesa chama-se SIC e apesar dos muitos programas ruins, tem coisa legal por lá. assim como na rtp. blergh!

Flávia disse...

aaahhhhhh...

gostei das costeletas. melhor assim do que o estilo d. pedro i - que eu também achava bem legal. :)

Cavalcante disse...

Tirando onda ehin gordinho?!

Discípula de Hatshepsut disse...

Estúdio mais sem graça. Vc se divertiria mais na Televisa, vendo o local em que a magia "teledramatúrgica" acontece, em que pessoas acordam maquiadas e onde o close é o grande marco tecnológico. Mas vc quis ir para Alemanha...Tenho certeza que no México seu talento não seria desperdiçado, ainda mais com estas costeletas...

Ivan disse...

Depois de toda aquela didática explicação sobre as peças que a língua alemã pode pregar para aqueles que entram em contato com ela, tu me sai com essa infame piada do Bismarck do Vasco?
No mais, continue com os bons serviços prestados em prol do progresso da ciência.

ps: não há como negar a ironia que é, depois de anos de expectativa, o Radiohead confirmar shows no Brasil na semana que você foi para a Alemanha...

Leonardo disse...

Faltou acrescentar na piadinha do Bismarck, a contribuição do grande General Zolverein nos seus feitos!! Falando nisso e o tumulo dele quando haverá visita programada Golden?? Estamos no aguardo das fotos-borrões cobrindo o fato!!

Leca disse...

frugal entope meus ouvidos...