sexta-feira, 21 de novembro de 2008

"Tchau, tchau, tchau, eu vou viajar"
Schiller


Faltando menos de 24 horas para partir pela primeira vez rumo a uma sociedade que conseguiu transpor o neolítico, bárbaro que sou, deixei tudo em cima da hora para organizar. A foto abaixo mostra o belíssimo estado dalgumas coisas a serem emaladas. Atenção para a cor da cultura de ácaros/travesseiro à extrema direita (!).

Hoje tirei o dia para os últimos preparativos, mas, como bom brasileiro, me dei conta de que amanhã é verdadeiramente o último dia e pelo visto só nos tique-taques finais estarei com tudo resolvido. E o que fiz hoje já fiz na tosqueira, erro de gramática no imêiol que mandei para a dona que vai me abrigar em Berlim...
Antes que alguém chie contra a futilidade dos meus comentários, como se eu esperasse dizer qualquer coisa de inteligente, engraçada ou ao menos escandalosa (a única coisa escandalosa nesta viagem é a miséria de dinheiro que levo...), declaro a todos que a função do blogue é simplesmente, em caso de meu desaparecimento, ajudar a polícia a encontrar-me boiando aí num rio, esquartejado nalguma cidade do Leste Europeu ou trancafiado num porão sendo abusado por uma família de neo-nazis sadomasoquistas com fetiche em couro (de jacaré-do-papo-amarelo -- o que é mais politicamente incorreto ainda)
E vamos que vamos, seus molambos!

4 comentários:

Flávia disse...

Porra, Álvaro! Ainda lembro de onde veio essa música, mas não divulgarei sua proveniência. Acabo de cagar de rir com o teu texto, como sempre. E como sempre, mais uma vez, tu me ignoras. Saiba que mesmo não falando contigo nesse tempo que passou, te desejei uma boa viagem. Nem me enviaste a porra da bibliografia que te pedi, hein!! Continue mostrando tua viagem ao mundo desenvolvido, serei tiete do teu blog. E traga para mim uma lingüiça alemã - mas de frango, já que parei com a carne vermelha.

Beijos,

Flávia da UFF

La Maestra disse...

até parece que aquele seu apartamento não está sempre nesse estado...

Figueiró disse...

Flávia, na volta eu compro!

Thiago Reder disse...

Não posso deixar o leitor sem saber donde veio tal musiquinha... Veio da boca de Valentino Guzzo, vulgo "VOVÓ MAFALDA" na sua SESSÂO DESENHO.